Blog

A intenção de todo gerente de projetos fazer a sua empresa crescer, independente se o mercado está em crescimento ou estagnado. E existem, de fato, empresas que constantemente anunciam crescimento, contrariando as tendências de mercado. Essas são empresas que possuem um diferencial. Elas lidam com o mesmo problema de forma diferente, inovando em múltiplas dimensões e implementando melhorias simples – e muitas vezes improváveis – na execução dos projetos. Pensando nisso, reunimos abaixo 5 dicas do PMI (Project Management Institute) – para gerentes de projetos focados no crescimento da empresa. Confira: 1. Mantenha as pessoas felizes É fato que funcionários felizes é sinônimo de empregadores felizes. Funcionários felizes inovam facilmente e trabalham de forma mais produtiva. É importante que os gerentes de projetos aprendam o que torna os recursos felizes. Gerentes de projetos devem também ser bons ouvintes. Quando os recursos estão felizes, eles vão “sempre além” para garantir que os resultados sejam alcançados da forma correta. O livro The Carrot Principle (O Princípio da Recompensa), por exemplo, trata profundamente de questões sobre a satisfação dos funcionários. Ele mostra que quando o reconhecimento é efetivo, os gerentes possuem baixas taxas de rotatividade, alcançam melhores resultados do negócio e são vistos…
Lançada em 1998, a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é um dos principais reconhecimentos para empresas e projetos de construção civil do mundo. Criado pela ONG americana U.S. Green Building Council, cerca de 14 mil empreendimentos em 160 países já possuem a certificação ou estão em fase de aprovação para obtê-la. No Brasil, são 1.230 projetos registrados e 423 já certificados com o selo LEED de sustentabilidade. O foco da certificação é estimular as empresas do setor a utilizarem seus recursos de maneira racional e econômica, mostrando que, para isso, não é preciso reduzir a qualidade dos projetos ou de fazer gastos extras. A seguir, confira como funciona a certificação LEED e os principais requisitos para que os projetos da sua empresa possam ser premiados com o selo. Como funciona a certificação LEED? A certificação LEED pode ser aplicada em quaisquer projetos, sejam eles de pequeno ou grande porte, comerciais ou residenciais ou até bairros inteiros. Uma grande vantagem é que os projetos que buscam o selo podem ser novos ou já construídos – assim, projetos de Retrofit ou reformas menos complexas também podem ser condecoradas com o LEED ao atingirem as especificações necessárias. A cada pré-requisito…
As casas pré-fabricadas já são velhas conhecidas em países da Europa, nos Estados Unidos e na China. Mais baratas e fáceis de construir do que uma construção tradicional, os pré-fabricados também estão ganhando espaço no mercado brasileiro, com algumas empresas se especializando na produção de peças pré-moldadas para projetos de construção civil. Em 1907, a Edison Portland Corporation – do inventor e empresário Thomas Edison – produziu no canteiro de obras todas as peças pré-moldadas para a construção de um edifício industrial nos EUA. No entanto, o uso dos pré-fabricados só se intensificou a partir de 1950: depois da devastação causada pela 2ª Guerra Mundial, foi necessário adotar um método construtivo mais prático e de baixo custo para reerguer as construções destruídas. O que são as casas pré-fabricadas? As casas pré-fabricadas possuem seus componentes produzidos industrialmente antes das obras começarem. As peças são transportadas até o canteiro de obras e, com o uso de mão de obra especializada, são montadas de acordo com o projeto, o material utilizado e as orientações do fabricante. O mais interessante é que os módulos pré-fabricados também podem ser utilizados para a construção de edifícios de pequeno e grande porte e até em obras de…
tos de construção que ultrapassam o orçamento e os prazos são um pesadelo. Dentro e fora do Brasil, são vários exemplos de projetos desastrosos. O Big Dig de Boston (EUA), por exemplo, foi uma das principais obras da história do país, cujo objetivo foi solucionar a situação caótica no trânsito de Boston. As obras começaram em 1991 e deveriam terminar em 1998 sob o custo de 2,6 bilhões de dólares, mas só foram finalizadas em 2007 sob o custo astronômico de 14,8 bilhões. Para evitar que os projetos da sua empresa façam parte dessa estatística, a melhor saída é aumentar a eficiência, seja dentro ou fora do canteiro de obras. Confira a seguir 5 maneiras de atingir esse objetivo na gestão de obras: 1. Melhore o planejamento de obras Grande parte dos erros de eficiência são originados na fase de planejamento – no Brasil, apenas ? do tempo total de obra e projeto são gastos com isso. Por isso, dedique seu tempo antes do projeto começar para descobrir as pessoas, os processos, as informações, os equipamentos e materiais necessários para que o trabalho flua da melhor maneira possível. Atenção ao detalhes nunca é demais: no futuro, você pode estar impedindo…

Nosso Endereço

Avenida Professor Francisco Motato, 4880 CJ 248, Bairro: Vila Sônia/ SP - CEP: 05520-200

Telefone: (11) 4783-3354
Whatsaap: (11) 9 9656-6908

Fale Conosco